Português   English   Español
Português   English   Español

CNN usa fake news pra impulsionar histeria sobre a Amazônia

CNN usa fake news pra impulsionar histeria sobre a Amazônia
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

“Este inferno ameaça o ecossistema da floresta tropical e também afeta todo o globo”, diz a CNN ao compartilhar fake news sobre a Amazônia.

A emissora norte-americana CNN é um dos principais alvos das críticas do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, por causa da constante publicação de notícias falsas, as famosas fake news.

Agora, ao tratar das queimadas na Floresta Amazônica, a CNN evidenciou o motivo pelo qual é tão criticada pelo chefe da Casa Branca.

Em postagem no Twitter, na noite deste domingo (25), a emissora compartilhou um vídeo com imagens aéreas de queimadas na cidade brasileira de Porto Velho, capital de Rondônia.

Na legenda do vídeo, a CNN diz que a “Amazônia brasileira é conhecida como os ‘pulmões do planeta’ por produzir cerca de 20% do oxigênio do mundo”.

As afirmações da emissora são falsas e exibem um claro desconhecimento de questões ambientais básicas.

A Amazônia não pode ser considerada o pulmão do mundo, este rótulo seria melhor aplicado às algas marinhas, que contribuem com 55% do oxigênio produzido no planeta.

As florestas como a Amazônia, segundo os cientistas, são ambientes em clímax ecológico, isto é, elas consomem todo – ou quase todo – o oxigênio que produzem.

As estimativas variam, mas todas indicam que a parcela de oxigênio excedente fornecida pela Amazônia para o mundo é bem pequena, informa a revista SuperInteressante.

Compartilhe...

Share on whatsapp
Share on pinterest
Share on telegram
Share on reddit
Share on linkedin
Share on email

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...

Curta a RENOVA!