Português   English   Español

Coaf vê movimentações atípicas de servidores de 22 deputados da Alerj

Os registros ocorreram entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017. O total dessas operações chega a pouco mais de R$ 207 milhões.

Relatório do Conselho de Atividades Financeiras (Coaf) apontou operações bancárias suspeitas de 74 servidores e ex-servidores da Alerj, além de Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flavio Bolsonaro.

São movimentações milionárias de pessoas que trabalham ou trabalharam em 22 gabinetes de deputados estaduais, entre eles alguns que não foram alvo da operação Furna da Onça.

Os registros ocorreram entre janeiro de 2016 e janeiro de 2017. O total dessas operações envolvendo os 22 gabinetes chega a pouco mais de R$ 207 milhões.

Adaptado da fonte G1

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter