Português   English   Español
Português   English   Español

Coalizão de Angela Merkel segue perdendo força na Alemanha

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Coalizão de Angela Merkel segue perdendo força na Alemanha

Muitos políticos do SPD defendem o fim da aliança formada com a CDU de Merkel, o que poderia provocar eleições antecipadas e o fim prematuro do governo da chanceler, cujo mandato vai até 2021.

A líder do Partido Social-Democrata da Alemanha (SPD), Andrea Nahles, anunciou, neste domingo (2), que vai renunciar ao cargo.

A decisão de Nahles enfraquece ainda mais a coalizão de governo da chanceler Angela Merkel, da qual o SPD é a sigla minoritária.

Nahles se desliga da sigla de centro-esquerda após o fraco desempenho do partido nas eleições europeias. O seu partido registrou seu mínimo histórico, ao receber apenas 15% dos votos.

O partido cristão-democrata de Angela Merkel, CDU, também não obteve bom resultado no pleito para o Parlamento Europeu, demonstrando o afastamento de eleitores de partidos “mainstream”.

Diante deste cenário, a coalizão de governo, que quase se desmantelou em 2018, perde ainda mais força.

Apesar do cenário político negativo, a chanceler Angela Merkel prometeu que seu mandato segue firme.

“Quero dizer em nome do governo que continuaremos com nosso trabalho com toda seriedade e com grande responsabilidade”, declarou ela, segundo a Folha.

Compartilhe...

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

CANAL TELEGRAM

Acompanhe todas as notícias através do nosso canal no Telegram.

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...