Português   English   Español

Colapso da Venezuela cria uma nação de capitalistas desesperados

Colapso da Venezuela cria uma nação de capitalistas desesperados

A hiperinflação e a escassez fazem o centro socialista da revolução bolivariana pulsar com o empreendedorismo.

Cidadãos desesperados estão ganhando a vida com empreendimentos como cavar poços de água, trocar bananas por cortes de cabelo e transportar passageiros em caminhões de carga animal.

A erosão da economia criou mercados e agentes de mercado onde eles não existiam.

“Eu tive que improvisar nesta crise”, disse Ramirez, 31 anos, que sempre teve jeito para consertar coisas, como controles remotos de televisão e microondas.

“Muitas pessoas hoje têm que escolher comida em vez de comprar coisas como lâmpadas. Eu faço bem as coisas e ajudo-as a pagar por um bom produto que vai durar”, acrescentou.

Na Venezuela, produtos de qualquer qualidade são cada vez mais escassos, já que os líderes do país prometeram “país, socialismo ou morte”.

A receita do petróleo que permitiu que o falecido presidente Hugo Chávez nacionalizasse milhares de empresas se evaporou. A ditadura da Venezuela expandiu seu controle sobre a maior parte da economia, desde a distribuição de alimentos a trocas de moeda estrangeira.

 

Adaptado da fonte Gazeta do Povo

Deixe seu comentário

Veja também...