Português   English   Español

Colégio cancela musical após aluna branca ganhar papel principal

pea

Justiceiros sociais fecharam com sucesso uma peça do “Corcunda de Notre Dame” em escola secundária de Nova York depois que uma aluna branca obteve um dos papéis principais.

Os protestos contra a produção começaram quando uma estudante afro-americana desistiu de participar do musical do Colégio Ithaca após o papel de Esmeralda ser dado a uma colega de classe branca.

A aluna negra declarou em entrevista ao jornal da cidade:

Isso mostra que o teatro não foi feito para você. E isso mostra que, se você não vai conseguir os papéis que foram escritos para você, quais papeis você vai conseguir?

Ativistas estudantis se juntaram e escreveram uma carta que incluía uma lista de demandas, dizendo que, apesar da jovem escolhida como Esmeralda ser uma “atriz, cantora e dançarina estelar“, ela não poderia representar este papel porque ela é a “epítome da brancura“.

Na melhor das hipóteses, isso é apropriação cultural“, escreveu o grupo estudantil, alegando preconceito racial no Programa de Artes Performáticas da escola, e “na pior das hipóteses, é uma prática de seleção racista“.

Enquanto os ativistas exigem que estudantes do sexo feminino e de pele escura sejam selecionadas para o papel, o personagem em questão é metade romani e metade francesa, de acordo com o romance de Victor Hugo.

O Distrito Escolar da Cidade de Ithaca anunciou que cancelou o musical em uma tentativa de ser “mais inclusivo e culturalmente receptivo” em seus “esforços para eliminar os preconceitos institucionais”.

 

Com informações de: [FoxNews]

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe seu comentário

Veja também...