Português   English   Español

Colégio Santo Agostinho denunciado por promover ideologia de gênero

Colégio Santo Agostinho denunciado por promover ideologia de gênero
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

O MP de Minas Gerais entrou com a ação por considerar que a instituição expôs os alunos “a situação de risco”, ao abordar a ideologia de gênero nas aulas.


O Ministério Público de Minas Gerais (MP-MG) ajuizou uma ação civil pública requerendo que a Sociedade Inteligência e Coração (SIC), mantenedora do Colégio Santo Agostinho, pague uma indenização por dano moral coletivo.

MP considerou que a instituição expôs os alunos “a situação de risco”, ao abordar a “ideologia de gênero” nas aulas, segundo informações de O Tempo.

A ação solicita valor correspondente às mensalidades e à matrícula do ano de 2017 de todos os alunos matriculados na 3ª a 6ª série do ensino fundamental, das unidades de Belo Horizonte, Nova Lima e Contagem, na região metropolitana.

Em nota, o Colégio Santo Agostinho informou que não contempla a “ideologia de gênero. Segundo a instituição, a ação “contém alegações absurdas, desconectadas da realidade e sem correspondência com a verdade”.

 

Entenda a situação controversa

A polêmica começou em julho de 2017, quando mais de 125 pais de alunos do Colégio Santo Agostinho elaboraram uma notificação extrajudicial exigindo que conteúdos relacionados a gênero e sexualidade fossem proibidos em sala de aula.

Em novembro de 2017, os pais dos alunos fizeram uma representação no Ministério Público, questionando a inclusão de “ideologia de gênero” na proposta pedagógica do colégio.

Na ação, os promotores do MP consideraram que houve “ensino de matérias, uso de práticas, de material e de dinâmicas indevidos, inadequados ou incompatíveis com a respectiva idade”.

Eles disseram, ainda, que o ensino “veio a prejudicar o desenvolvimento psíquico e moral dos mesmos, considerando serem pessoas ainda em desenvolvimento”.

O valor da indenização iria para o Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Belo Horizonte.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...