- PUBLICIDADE -

Coligação de Meirelles pede rejeição da candidatura de Alckmin ao TSE

Foto: Fátima Meira/Futura Press

- PUBLICIDADE -

Advogados do candidato do MDB argumentam que atas de seis partidos que compõem coligação do tucano Geraldo Alckmin estão irregulares. Pedido será analisado pelo ministro Tarcísio Vieira.

Os advogados da coligação MDB-PHS, cujo candidato à Presidência é Henrique Meirelles, pediram nesta sexta-feira (17) ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para rejeitar o registro de candidatura do candidato do PSDB, Geraldo Alckmin.

No pedido, a coligação de Meirelles argumenta que as atas de seis partidos que compõem a coligação de Alckmin (PTB, PP, PR, DEM, PRB e SD) estão irregulares porque não exibem expressa concordância com a participação de todos os partidos na coligação.

Ainda no documento enviado ao TSE, a coligação do candidato do MDB pede que, se a coligação de Alckmin não for rejeitada, o tribunal retire os seis partidos do grupo que apoia o tucano.

Caberá ao ministro Tarcísio Vieira analisar o pedido.

Na prática, se o pedido da coligação de Meirelles for atendido pelo TSE, Alckmin ficará com menos tempo de TV.

Com informações de G1

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -