Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Colômbia afirma que guerrilha ELN recruta menores na Venezuela

Colômbia afirma que guerrilha ELN recruta menores na Venezuela
COMPARTILHE

Segundo o líder colombiano, além de ajudar na recrutamento de menores para guerrilha ELN, Maduro protege os dissidentes das FARC.

O presidente da Colômbia, Iván Duque, afirmou que a guerrilha comunista Exército de Libertação Nacional (ELN) recruta menores de idade na Venezuela com a anuência do ditador Nicolás Maduro.

Em entrevista à agência EFE, nesta terça-feira (17), Duque declarou:

“Em território venezuelano, Nicolás Maduro, o ditador da Venezuela, está protegendo [o ELN]. Está dando dinheiro e está patrocinando o recrutamento de crianças para exercer mineração ilegal em lugares do território venezuelano.”

O presidente da Colômbia acrescentou que, além disso, “os líderes do ELN estão na Venezuela protegidos por Nicolás Maduro”.

O governo anterior da Colômbia e o ELN iniciaram em fevereiro de 2017 em Quito uma negociação de paz que em maio do ano seguinte foi transferida a Havana, onde a última rodada de diálogos terminou três meses depois sem nenhum acordo.

Duque reiterou:

“Eu fui claro com o ELN. O ELN não pode continuar realizando atividades criminosas e fingir que vai falar sobre paz com este governo.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE