Colômbia denuncia plano do ditador Maduro para fraudar eleição

A ditadura venezuelana de Nicolás Maduro está levando cidadãos da Colômbia para votar na eleição do próximo domingo (20).

O presidente colombiano Juan Manuel Santos denunciou nesta quinta-feira (17) em mensagem na TV:

Por fontes de inteligência confiáveis, temos conhecimento de um plano do regime de Maduro, iniciado no final do ano passado, para documentar e transportar cidadãos colombianos para que votem no próximo domingo, 20 de maio.

E acrescentou:

O plano detalha a forma, os procedimentos e os valores pagos para garantir o movimento dos eleitores e seu voto favorável a Maduro.

De acordo com informações da VEJA:

O presidente da Colômbia informou que deu “instruções” à força pública para “redobrar os controles fronteiriços” e evitar “ao máximo o trânsito ilegal de eleitores”.

Santos destacou que “manobras” como esta confirmam sua decisão de não reconhecer os resultados das eleições presidenciais de domingo.

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia