Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Colômbia mobiliza 240 mil soldados para eleição

COMPARTILHE

Forças Armadas da Colômbia vão monitorar centros eleitorais, para conter qualquer ameaça que possa afetar o primeiro turno da escolha do novo presidente.

A Colômbia vai colocar a partir desta sexta-feira (25) ao menos 240 mil soldados para garantir condições de segurança nas eleições presidenciais que ocorrem neste domingo (27).

Os soldados vão fortalecer a segurança em áreas dentro das cidades, proteger a infraestrutura e promover “ações para conter qualquer ameaça que possa afetar o desenvolvimento normal das eleições”, informaram as Forças Armadas.

O candidato direitista Ivan Duque, do partido Centro Democrático, aparece como favorito em todas as sondagens à frente do esquerdista Gustavo Petro. Os dois devem ir para o segundo turno, em junho.

De acordo com informações do Estadão:

A questão da segurança tem sido o principal tema dos debates entre os candidatos. Tráfico de drogas, desigualdade social, o estremecido acordo de paz com a agora ex-guerrilha Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) e um crescente número de imigrantes vindos da Venezuela são alguns dos problemas mais urgentes que o próximo presidente terá de enfrentar.

Grupos armados disputam territórios que são chave para o tráfico de drogas. Nos limites com a Venezuela, a nordeste da Colômbia, e com o Equador, no sudoeste do país, mais de 20 mil soldados tentam conter o fenômeno que se fortaleceu após o acordo de paz com as Farc.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários