Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Colômbia pede inabilitação da Odebrecht no país por 20 anos

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Colômbia pede inabilitação da Odebrecht no país por 20 anos
COMPARTILHE

Vice-presidente colombiana pede inabilitação da Odebrecht no país por 20 anos em razão dos casos de corrupção.

A vice-presidente da Colômbia, Marta Lucía Ramírez, e a Agência Nacional de Defesa Jurídica do Estado pediram nesta segunda-feira (19) a inabilitação da Odebrecht no país por 20 anos como consequência dos casos de corrupção com os quais está envolvida.

A solicitação se fundamenta nos enormes “prejuízos patrimoniais e extrapatrimoniais” causados pela construtora do Brasil ao país, “além do dano ético e moral, corrompendo diferentes níveis da administração pública”, indicaram os reclamantes em comunicado.

Segundo documentos divulgados pelo Departamento de Justiça dos Estados Unidos, a Odebrecht pagou US$ 788 milhões em subornos em 12 países da América Latina e da África, entre eles a Colômbia, onde repassou mais de US$ 11 milhões entre 2009 e 2014.

No entanto, o Ministério Público colombiano afirmou depois que as propinas supostamente pagas pela construtora na Colômbia foram maiores e alcançaram US$ 26,8 milhões.

 

Adaptado da fonte EFE
- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram