PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Colômbia quer rejeição global das eleições na Venezuela

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O presidente da Colômbia insistiu nesta sexta-feira (26/01) que seu país não reconhecerá o resultado das eleições presidenciais na Venezuela se estas não forem realizadas com as devidas garantias.

Juan Manuel Santos pediu à comunidade internacional que faça o mesmo:

A decisão recente de convocar eleições sem dar as garantias necessárias para que sejam consideradas transparentes, e assim a oposição possa participar com regras de jogo aceitáveis, é uma decisão que tem que ser rejeitada pela comunidade internacional, como é rejeitada pela Colômbia.

Santos, em visita oficial a Viena, disse que a Colômbia fez todos os esforços para buscar uma transição pacífica e democrática que qualificou de “necessária“.

Infelizmente, a Venezuela se tornou uma ditadura. A Venezuela está sofrendo uma crise que ninguém imaginava que um país tão rico poderia sofrer.

O líder da Colômbia afirmou que seu país e a comunidade internacional ofereceram ajuda alimentar e medicamentos à Venezuela, algo que as autoridades venezuelanas rejeitaram.

As pessoas lá estão passando fome. Não têm acesso a remédios. Estão realmente sofrendo e isso não convém a ninguém.

 

Com informações de: [UOL]
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.