- PUBLICIDADE -

Colômbia teme concentração de refugiados na fronteira com Equador

- PUBLICIDADE -

A Colômbia teme que milhares de venezuelanos que fogem da crise em seu país fiquem presos na fronteira com o Equador, que agora exige passaporte diante da onda migratória, informaram fontes oficiais nesta sexta-feira (17).

“Estamos falando de 3.000 pessoas por dia, somente venezuelanos”, que cruzam diariamente a passagem fronteiriça de Rumichaca, declarou o diretor da Migração Colômbia (autoridade de controle migratório), Christian Krüger, em entrevista coletiva em Bogotá.

“Se começar a acumular, em vários dias veremos uma população muito grande” nesse ponto, acrescentou.

O funcionário se mostrou “preocupado” porque assegurou que a metade dos refugiados da Venezuela que sai de seu país só carrega a identidade, com a qual não poderiam cruzar para o Equador, que desde o sábado lhes exige passaporte diante da dificuldade que tem tido para controlar a chegada diária de milhares de migrantes.

Com informações da AFP
PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -