Português   English   Español

COLUNA: A irresponsabilidade da Globo com Bolsonaro e com o Brasil

O Brasil é um país com uma penca de problemas a resolver. O leitor deste humilde artigo pode citar-me os maiores advindos de sua cabeça, porém quase todos os tais problemas enfrentados por nosso país têm na política suas respectivas soluções. Sim, a política bem-feita é o alicerce de uma grande, próspera e justa nação; como diria o grande José Bonifácio, a sã política é filha da moral e da razão. 

Pois temos na presidência do Brasil um homem com defeitos como qualquer ser humano, mas com caráter e competência. Jair Bolsonaro pegou um país com a difícil missão de resgatar a confiança dos investidores em nossa República, cumprir todas as suas promessas de campanhas e promover um bom governo para servir de exemplo para os seus sucessores. Sem dúvidas uma baita enrascada. 

Enrascada essa que fica pior quando se tem a própria imprensa do país como inimiga. A Rede Globo nunca escondeu a antipatia a um presidente símbolo de ideais caros ao povo brasileiro. Mas agora resolveu quebrar todos os padrões éticos e do bom senso. Na reportagem do Jornal Nacional sobre o caso Marielle Franco, o nome do presidente foi ligado à investigação por um depoimento do porteiro que trabalhava no condomínio onde Bolsonaro morava. Condomínio esse onde um suspeito de ser o mandate do assassinato da vereadora. 

Tal fato não sugere mais que pura coincidência, não fosse o próprio porteiro ter dito uma coisa e os fatos mostrarem outra: no dia em que o suposto mandante do assassinato de Marielle ter supostamente ido à casa do então candidato à presidência, Bolsonaro estava na Câmara Federal, pois era deputado e estava no plenário da mesma. Como teria ele supostamente autorizado a entrada do suposto assassino em sua casa ao estar na Câmara? 

Note bem, leitor, uma coisa no meu artigo: a quantidade de vezes que usei as palavras ‘’suposto’’, ‘’supostamente’’. O que há até agora é pura especulação sem pé nem cabeça, nada de concreto. Mas para a Rede Globo vale tudo. Se é para desgastar a imagem do presidente, tudo é válido, tudo é permitido, nenhum freio moral ou até mesmo profissional importa. 

A Globo não tem o mínimo compromisso com o Brasil. Ela ri do povo brasileiro ao praticar o que ela tem o cinismo de chamar de ‘’bom jornalismo’’. Na situação em que se encontra o país, ela noticia algo para ligar o presidente a um assassinato. Parece mesmo vontade dela criar o caos num país historicamente habituado à instabilidade política e golpes de Estado. 

O General Augusto Heleno foi preciso ao falar do assunto: ‘’Rede Globo, sensacionalista, ignorou a ética, a honestidade intelectual e os fatos para tentar ligar o Pres Rep ao caso Marielle. Usou, levianamente, o depoimento de um porteiro, com o objetivo de desestabilizar o Pres Bolsonaro a qualquer custo’’.  

É isso mesmo que a Globo parece querer: a transposição do caos vivido pelo Chile para o Brasil. Lá as tormentas de inspiração esquerdista já produziram efeitos indesejáveis. Aqui temos um presidente que busca fazer o seu trabalho e todos os dias é bombardeado com notícias falsas, intrigas e fofocas da imprensa, do meio político e de gente que até um dia desses posava como seu braço direito.  

Em uma live feita logo após a matéria do JN ir ao ar, Bolsonaro respondeu a acusação em um tom forte e preciso. Deixou transparecer sentimentos facilmente perceptíveis a qualquer um que acompanha sua luta: indignação, tristeza, abatimento. Ainda assim, foi firme. Mostrou que continuará a fazer seu trabalho como sempre fez. Mas sem aceitar calúnias e difamações. 

Mesmo que o óbvio tenha sido confirmado depois – que o porteiro mentiu no depoimento para prejudicar o presidente Bolsonaro – não dá para isentar a Globo de sua clara culpa. Se ela faz bom jornalismo como diz, deveria ter percebido a fragilidade do depoimento que envolveu o presidente. Ao ainda assim fazer isso, a Globo mostra sua clara vontade de caluniar o presidente e desgastar sua imagem. 

A irresponsabilidade da Rede Globo não foi apenas com o presidente Bolsonaro. Foi com seus apoiadores, simpatizantes e pessoas que de algum modo nutrem bons sentimentos ao mesmo. Mais: foi uma tremenda irresponsabilidade com o país, tão necessitado de paz e estabilidade para a resolução de nossos problemas e questões urgentes. Usar e abusar de calúnias contra Bolsonaro mostra perfeitamente o nível da maior emissora do país. 

Referências: 

1.https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2019/10/30/bolsonaro-reage-a-reportagem-do-jn-e-nega-ter-autorizado-entrada-de-acusado-de-matar-marielle-em-condominio-no-dia-do-crime.ghtml 

2.https://www.youtube.com/watch?v=_vLMDr1JgBI 

3.https://renovamidia.com.br/heleno-acusa-globo-de-fomentar-protestos-violentos-no-brasil/ 

4.https://veja.abril.com.br/politica/caso-marielle-porteiro-mentiu-sobre-ida-de-suspeito-a-casa-de-bolsonaro/ 

Os pontos de vista expressos neste artigo são as opiniões do autor e não refletem necessariamente a posição da RENOVA Mídia.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.