PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

COLUNA: A irresponsabilidade da Globo com Bolsonaro e com o Brasil

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

O Brasil é um país com uma penca de problemas a resolver. O leitor deste humilde artigo pode citar-me os maiores advindos de sua cabeça, porém quase todos os tais problemas enfrentados por nosso país têm na política suas respectivas soluções. Sim, a política bem-feita é o alicerce de uma grande, próspera e justa nação; como diria o grande José Bonifácio, a sã política é filha da moral e da razão. 

Pois temos na presidência do Brasil um homem com defeitos como qualquer ser humano, mas com caráter e competência. Jair Bolsonaro pegou um país com a difícil missão de resgatar a confiança dos investidores em nossa República, cumprir todas as suas promessas de campanhas e promover um bom governo para servir de exemplo para os seus sucessores. Sem dúvidas uma baita enrascada. 

Enrascada essa que fica pior quando se tem a própria imprensa do país como inimiga. A Rede Globo nunca escondeu a antipatia a um presidente símbolo de ideais caros ao povo brasileiro. Mas agora resolveu quebrar todos os padrões éticos e do bom senso. Na reportagem do Jornal Nacional sobre o caso Marielle Franco, o nome do presidente foi ligado à investigação por um depoimento do porteiro que trabalhava no condomínio onde Bolsonaro morava. Condomínio esse onde um suspeito de ser o mandate do assassinato da vereadora. 

Tal fato não sugere mais que pura coincidência, não fosse o próprio porteiro ter dito uma coisa e os fatos mostrarem outra: no dia em que o suposto mandante do assassinato de Marielle ter supostamente ido à casa do então candidato à presidência, Bolsonaro estava na Câmara Federal, pois era deputado e estava no plenário da mesma. Como teria ele supostamente autorizado a entrada do suposto assassino em sua casa ao estar na Câmara? 

Note bem, leitor, uma coisa no meu artigo: a quantidade de vezes que usei as palavras ‘’suposto’’, ‘’supostamente’’. O que há até agora é pura especulação sem pé nem cabeça, nada de concreto. Mas para a Rede Globo vale tudo. Se é para desgastar a imagem do presidente, tudo é válido, tudo é permitido, nenhum freio moral ou até mesmo profissional importa. 

A Globo não tem o mínimo compromisso com o Brasil. Ela ri do povo brasileiro ao praticar o que ela tem o cinismo de chamar de ‘’bom jornalismo’’. Na situação em que se encontra o país, ela noticia algo para ligar o presidente a um assassinato. Parece mesmo vontade dela criar o caos num país historicamente habituado à instabilidade política e golpes de Estado. 

O General Augusto Heleno foi preciso ao falar do assunto: ‘’Rede Globo, sensacionalista, ignorou a ética, a honestidade intelectual e os fatos para tentar ligar o Pres Rep ao caso Marielle. Usou, levianamente, o depoimento de um porteiro, com o objetivo de desestabilizar o Pres Bolsonaro a qualquer custo’’.  

É isso mesmo que a Globo parece querer: a transposição do caos vivido pelo Chile para o Brasil. Lá as tormentas de inspiração esquerdista já produziram efeitos indesejáveis. Aqui temos um presidente que busca fazer o seu trabalho e todos os dias é bombardeado com notícias falsas, intrigas e fofocas da imprensa, do meio político e de gente que até um dia desses posava como seu braço direito.  

Em uma live feita logo após a matéria do JN ir ao ar, Bolsonaro respondeu a acusação em um tom forte e preciso. Deixou transparecer sentimentos facilmente perceptíveis a qualquer um que acompanha sua luta: indignação, tristeza, abatimento. Ainda assim, foi firme. Mostrou que continuará a fazer seu trabalho como sempre fez. Mas sem aceitar calúnias e difamações. 

Mesmo que o óbvio tenha sido confirmado depois – que o porteiro mentiu no depoimento para prejudicar o presidente Bolsonaro – não dá para isentar a Globo de sua clara culpa. Se ela faz bom jornalismo como diz, deveria ter percebido a fragilidade do depoimento que envolveu o presidente. Ao ainda assim fazer isso, a Globo mostra sua clara vontade de caluniar o presidente e desgastar sua imagem. 

A irresponsabilidade da Rede Globo não foi apenas com o presidente Bolsonaro. Foi com seus apoiadores, simpatizantes e pessoas que de algum modo nutrem bons sentimentos ao mesmo. Mais: foi uma tremenda irresponsabilidade com o país, tão necessitado de paz e estabilidade para a resolução de nossos problemas e questões urgentes. Usar e abusar de calúnias contra Bolsonaro mostra perfeitamente o nível da maior emissora do país. 

Referências: 

1.https://g1.globo.com/rj/rio-de-janeiro/noticia/2019/10/30/bolsonaro-reage-a-reportagem-do-jn-e-nega-ter-autorizado-entrada-de-acusado-de-matar-marielle-em-condominio-no-dia-do-crime.ghtml 

2.https://www.youtube.com/watch?v=_vLMDr1JgBI 

3.https://renovamidia.com.br/heleno-acusa-globo-de-fomentar-protestos-violentos-no-brasil/ 

4.https://veja.abril.com.br/politica/caso-marielle-porteiro-mentiu-sobre-ida-de-suspeito-a-casa-de-bolsonaro/ 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.