Português   English   Español

COLUNA: A oposição quer o Brasil em crise

Nas últimas reuniões da CCJ, a oposição ao governo Bolsonaro fez um circo por um motivo: ela sabe que se a reforma passar as chances eleitorais deles cairão em 2020 e 2022.


Explico. Com a economia de trilhões ou até bilhões de reais proporcionadas pela reforma da previdência, as contas públicas caminharão para níveis saudáveis, a euforia começará e os investimentos finalmente chegarão. Junto virão os empregos e a volta do crescimento econômico. A crise se apartando e o Brasil voltando a crescer, os partidos de esquerda não terão chances, pelo menos na maioria das grandes cidades do Brasil, nas eleições municipais do próximo ano. Portanto, PT, PSOL, PPS, PC do B e outros parecidos não terão chances.

A oposição sabe que a reforma é benéfica para o país, mas não para ela. Ela quer voltar ao poder, mas para isso acontecer, o país precisa continuar em crise. Eles não ligam para o Brasil, na verdade, a maioria dos políticos não.

Isso me lembra de uma história Quando o ex-presidente Itamar Franco procurava alguém para ser ministro da Fazenda em 1992 e escolheu Fernando Henrique Cardoso, o PSDB não via isso com bons olhos. Os tucanos acreditavam que em 18 meses não seria possível fazer muita coisa e dar destaque ao partido para as eleições presidenciais de 1994. Para a nossa sorte, FHC reuniu uma boa equipe de economistas que criou o Plano Real. Um dos planos mais bem sucedidos da história desse país foi criado à contra gosto de um partido. O fato mostra que políticos, em sua maioria, só ligam para o poder.

Com a atual oposição é igual. O Brasil em crise é bom para eles. O desemprego e a recessão alimentam as suas narrativas e dão gás para eles. O crescimento econômico os derrotará eleitoralmente mais uma vez.

Caso ainda não tenha entendido a Reforma da Previdência, veja o vídeo no meu canal a seguir e inscreva-se lá. Também deixo depois um vídeo sobre o motivo da atual crise econômica.

Só adianto uma coisa: a oposição estava à frente da atual crise. Vamos mesmo deixá-los vencer?

Os pontos de vista expressos neste artigo são as opiniões do autor e não refletem necessariamente a posição da RENOVA Mídia.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...