COLUNA: Governo não cortou 30% de investimentos nas universidades

A oposição deseja que a meta fiscal não seja cumprida para pedir a saída de Bolsonaro. Eles não estão pensando na Educação. Somente no poder.


O ministro da Educação, Abraham Weintraub, publicou em suas redes sociais um vídeo para explicar se houve ou não corte nos repasses destinados às universidades públicas. Ele afirmou que é mentira o corte de 30% nos gastos.

Do montante total, cerca de 88% dos gastos cobrem salários, funcionamento da instituição e auxílios aos alunos. O resto fica disponível para a universidade gastar como quiser. Desses 12% restantes, 3,5% que serão contingenciados (e não cortados) das universidades públicas. Inclusive, daí que vem a porcentagem dos 30%

Confira o vídeo com a explicação do ministro:

Siga a RENOVA no TWITTER e acompanhe todas as notícias em tempo real.

O contingenciamento não ocorreu somente na educação, mas em outras áreas também, como no caso do Ministério da Defesa, que sofreu uma redução de 44% no orçamento.

As medidas visam o cumprimento da meta fiscal. Sem elas, o governo pode cometer crime de responsabilidade fiscal, tornando o presidente da República, Jair Bolsonaro, vulnerável a um processo de impeachment.

O episódio reforça ainda mais a necessidade de aprovação da Reforma da Previdência. Um novo processo de impeachment no Brasil traria uma grande crise institucional e aprofundaria ainda mais os problemas na economia. 

A oposição sabe disso, porém, ela deseja que a meta fiscal não seja cumprida para pedir a saída de Bolsonaro. Eles não estão pensando na educação. Somente no poder. 

Entenda a reforma da previdência em meu canal e se inscreva:

Siga-me no Twitter: @pedroadsr e me adicione no Facebook

Os pontos de vista expressos neste artigo são as opiniões do autor e não refletem necessariamente a posição da RENOVA Mídia.

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...