- PUBLICIDADE -

Com apoio da China, Putin supervisiona manobras militares da Rússia

Com apoio da China, Putin supervisiona manobras militares da Rússia

O governo da Ucrânia considera estes exercícios como uma ameaça à sua segurança.

- PUBLICIDADE -

O presidente Vladimir Putin supervisionou, nesta sexta-feira (25), as maiores manobras militares da Rússia, chamadas “Cáucaso-2020”. 

Tropas da China, do Irã e de outros países também participaram do exercício militar.

No total, quase 80 mil pessoas participaram dos exercícios terrestres, aéreos e marítimos, que são acompanhados por 70 adidos militares estrangeiros.

As manobras supervisionadas por Putin contaram com a estreia do lançador de mísseis TOS-2, que foi mostrado em público pela primeira vez neste ano no desfile militar pelo Dia da Vitória.

Os sistemas antiaéreos S-400 e as baterias de mísseis táticos Iskander também entraram em ação, enquanto os fuzileiros russos desembarcaram na costa do Daguestão, no Mar Cáspio, destaca o jornal Estadão.

Além de 80 aeronaves, os bombardeiros estratégicos Tu-22 realizaram vários ataques contra alvos no solo durante os exercícios.

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -