Com apoio do “centrão”, Alckmin pode ter 7 minutos de tempo de TV

Apesar dos péssimos resultados nas últimas pesquisas, o pré-candidato do PSDB, Geraldo Alckmin, tem tudo para ser o presidenciável com o maior tempo de tevê nas eleições de 2018.

Especialistas avaliam que Geraldo Alckmin se consolida como o candidato que mais terá exposição durante a campanha.

Segundo informações do Correio Braziliense:

Pode chegar a sete minutos de tevê, caso consiga atrair as outras seis legendas com as quais tem conversado — PPS, PRB, Podemos, PSC, PSDC e PV, pela lista que ele mesmo citou ontem, em entrevista coletiva, após participar do Fórum de Mobilidade ANPTrilhos.

Apesar de se manter com pouco mais de 5% nos índices de intenção de voto, de acordo com as pesquisas mais recentes, é atraente, para os partidos, o fato de que Alckmin já tem garantida uma exposição muito maior que a de candidatos que costumam aparecer com bom potencial de votos, mas que não terão visibilidade durante a campanha.

A grande incógnita é saber se, aparecendo com frequência na TV, o tucano Geraldo Alckmin vai ganhar ou perder eleitores.

Jair Bolsonaro, o pré-candidato que lidera as pesquisas de intenção de voto para a corrida presidencial, não parece estar preocupado com o pouquíssimo tempo que terá para passar sua mensagem durante o horário eleitoral.

Em visita a Goiânia, o presidenciável do PSL rebateu as críticas sobre seu isolamento:

Apoiadores tenho no Brasil todo. Simpatizantes. Alguns até me amam.

Segundo O Antagonista, Bolsonaro também disse não estar preocupado com os oito segundos de tempo de TV que deve ter na propaganda eleitoral:

Em não tendo tempo de televisão –e tudo indica que eu não terei, a não ser oito segundos–, não sei porque a esquerda ou o centrão estão preocupados comigo.

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia