Português   English   Español

Com Doria na liderança, PSDB deve se alinhar à base de Bolsonaro

Com Doria na liderança PSDB deve se alinhar à base de Bolsonaro

O atual líder da legenda, Geraldo Alckmin, sinalizou que não vai oferecer resistência ao avanço de João Doria e deve deixar a presidência do PSDB em maio.

O governador eleito de São Paulo, João Doria, deu um passo importante para assumir o controle do PSDB nacional e alinhar o partido à base de apoio ao presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL).

Após um período de fortes tensões na relação, Doria almoçou com Geraldo Alckmin na quinta-feira (8) e teve com ele uma conversa reservada de duas horas.

Derrotado na disputa presidencial, Alckmin sinalizou que deve deixar a presidência do PSDB em maio, quando será realizada uma convenção da legenda.

“O Geraldo continua tendo grandeza de alma, espírito elevado e desprendimento. O que faz dele merecedor de respeito e admiração”, afirmou Doria.

Sobre a posição do PSDB em relação ao futuro governo do presidente eleito Jair Bolsonaro, Doria disse que o partido não vai fechar questão formalmente de apoio à nova administração.

“Não é preciso frechar questão. Isso é passado. Fechamos questão em apoiar o Brasil”, afirmou.

Ainda na quinta-feira, os governadores tucanos eleitos em outubro – Eduardo Leite, do Rio Grande do Sul, e Reinado Azambuja, do Mato Grosso do Sul, além do próprio Doria – participaram de uma entrevista coletiva no escritório do futuro governador de São Paulo.

O ato acabou se transformando em uma demonstração de força do governador eleito de São Paulo e reforçou a aproximação do PSDB com Bolsonaro.

 

Adaptado da fonte Gazeta do Povo

Deixe seu comentário

Veja também...