Com prisão decretada, Maninho do PT está foragido

O ex-vereador Manoel Eduardo Marinho, o Maninho (PT), de Diadema, é considerado foragido da Justiça.

Com prisão decretada pela juíza Débora Faitarone, da 1ª Vara do Júri de São Paulo, na tarde de sexta-feira (11), policiais foram à residência do petista, no bairro Piraporinha, mas não encontraram o político.

Maninho e seu filho Leandro Marinho foram acusados pelo Ministério Público de tentativa de homicídio com dolo eventual, quando se assume o risco de matar.

De acordo com informações do Diário do Grande ABC:

No dia 5 de abril, o ex-vereador se envolveu em briga com um empresário que passou em frente ao Instituto Lula, no bairro do Ipiranga, em São Paulo, para criticar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), cujo pedido de prisão havia sido expedido naquele dia.

Maninho e seu filho, Leandro Eduardo Marinho, empurraram o empresário, que bateu a cabeça no para-choque de um caminhão e foi levado ao hospital com traumatismo craniano.

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia