Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Com vetos, Bolsonaro sanciona auxílio emergencial para setor esportivo

REDAÇÃO RENOVA Mídia

REDAÇÃO RENOVA Mídia

Com vetos, Bolsonaro sanciona auxílio emergencial para setor esportivo
COMPARTILHE

Lei trata sobre ações emergenciais para o setor esportivo brasileiro em meio à pandemia.

O presidente da República, Jair Bolsonaro, vetou o pagamento de auxílio emergencial de R$ 600 para profissionais do setor esportivo.

A medida estava prevista no Projeto de Lei (PL) nº 2.824/2020, aprovado no mês passado pelo Congresso Nacional e sancionado, nesta quinta-feira (15), por Bolsonaro, na forma da Lei nº 14.073/2020.

A nova lei foi publicada no Diário Oficial da União com vetos a 12 dispositivos, que ainda serão analisados pelos parlamentares que poderão derrubá-los ou mantê-los.

Em nota à imprensa, segundo a Agência Brasil, a Secretaria-Geral da Presidência informou que o veto a esse dispositivo foi uma orientação do Ministério da Economia, pois os trabalhadores do setor esportivo “já teriam sido abrangidos pelo auxílio emergencial concedido em caráter geral a todos os trabalhadores brasileiros”.

Além disso, para o governo, a medida “representa o agravamento do cenário deficitário das contas públicas federais e aumenta o risco de comprometimento da sustentabilidade fiscal no médio prazo”.

A medida também estendia o auxílio a cronistas, jornalistas e radialistas esportivos, sem vínculos empregatícios com entidades de prática desportiva ou emissoras de radiodifusão.

O dispositivo acima também foi vetado pois, de acordo com a Presidência, contraria o interesse público e gera insegurança jurídica, “na medida em que inclui na definição de trabalhadores do esporte não apenas atletas e paratletas, mas pessoas que não vivem do esporte e qualquer pessoa que faça parte da ‘cadeia produtiva’ do esporte, como jornalistas e cronistas”.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram