- PUBLICIDADE -

Comandante das Forças Armadas sugere renúncia de Morales

Comandante das Forças Armadas sugere renúncia de Morales na Bolívia
- PUBLICIDADE -

Após uma fraudulenta reeleição, está cada vez mais difícil para Morales se manter no poder na Bolívia.

O comandante das Forças Armadas da Bolívia, general Williams Kaliman, sugeriu que o mandatário Evo Morales renuncie ao seu mandato de presidente.

A informação foi confirmada na tarde deste domingo, 10 de outubro, pelo jornal local El Deber.

Na manhã de hoje, a Organização dos Estados Americanos (OEA) informou que uma auditoria encontrou várias irregularidades no processo eleitoral que terminou com a reeleição de Morales para um quarto mandato presidencial.

Com base no relatório, Morales aceitou organizar novas eleições, mas a decisão não está sendo suficiente para evitar efeitos colaterais de alta intensidade no seu governo.

O Ministro de Mineração, César Navarro, pediu demissão. Ele se tornou a primeira baixa do governo Morales. Horas depois, o ministro dos Esportes, Tito Motano, também abandonou a gestão.

Minutos atrás, a ministra do Planejamento, Mariana Prado, renunciou ao cargo pedindo a pacificação do país.

PUBLICIDADE
- PUBLICIDADE -

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -
- PUBLICIDADE -