- PUBLICIDADE -

Comandante do Exército lamenta estado da defesa antiaérea do Brasil

Comandante do Exército lamenta estado da defesa antiaérea do Brasil

"Temos de dotar o Exército de uma capacidade de defesa antiaérea”, diz Pujol.

- PUBLICIDADE -

O comandante do Exército Brasileiro, general Edson Pujol, afirmou, na última quinta-feira (12), que o Brasil precisa aumentar a “capacidade de defender a soberania de nossa Amazônia“. 

Durante evento do Instituto para Reforma das Relações entre Estado e Empresa, Pujol citou como exemplo de desafios novos o emprego de drones em conflito na região do Cáucaso

“O combate convencional não foi abandonado por nenhuma nação do mundo, mas existem novas demandas, como a guerra cibernética, a guerra do futuro.” 

O general ainda defendeu 17 projetos estratégicos do Exército: 

“Temos de dotar o Exército de uma capacidade de defesa antiaérea, que está muito aquém de fazer frente à ameaças. Precisamos de um programa para desenvolver a estrutura de nossa defesa antiaérea.” 

O comandante afirmou que a solução para a falta de recursos passa pelo aumento do número de militares temporários: 

“Só podemos aumentar com recursos extraorçamentários, uma EmgeDefesa, ou por meio da criação de um fundo para a Defesa, como a Argentina aprovou.” 

PUBLICIDADE

- PUBLICIDADE -

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -

- PUBLICIDADE -