Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Comando Vermelho tem parceria com guerrilha da Colômbia

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Comando Vermelho tem parceria com guerrilha da Colômbia
COMPARTILHE

“É fácil passar pela fronteira com o Brasil e com a Venezuela, de um lado a outro”, disse general colombiano.

O comando do Exército da Colômbia alertou o Brasil que a guerrilha comunista Exército de Libertação Nacional (ELN) tem parceria com o Comando Vermelho, a maior facção criminosa do Rio de Janeiro.

O objetivo da parceria seria viabilizar o tráfico de drogas e fazer com que cocaína chegue a Manaus, capital do Amazonas.

De acordo com o Exército colombiano, integrantes do ELN têm “presenças esporádicas” no Brasil, com o propósito de controlar atividades ilícitas mantidas pelo grupo de extrema esquerda.

Durante uma visita a Brasília nos últimos dias 8 e 9 de outubro, o comandante do Exército da Colômbia, general Nicácio Martínez Espinel, alertou o comandante do Exército Brasileiro, general Edson Leal Pujol, sobre esta situação:

“O centro de gravidade dos grupos armados na Colômbia é o narcotráfico. O narcotráfico une esses grupos com outros grupos criminosos, como a facção no Brasil e alguns narcotraficantes mexicanos. Há pessoas que, em troca de armas e de dinheiro, levam ou trazem cocaína.”

E, segundo o jornal O Globo, acrescentou:

“Eles usam a fronteira e sabem usar as leis quando lhes são convenientes. É fácil passar pela fronteira com o Brasil e com a Venezuela, de um lado a outro. Os rios permitem o envio de cocaína e maconha, com destino final até Europa, África.”

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram