Comércio em Curitiba recusa dinheiro com carimbo de Lula

Idiomas:

Português   English   Español
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Os comerciantes curitibanos estão com medo de repassar as cédulas marcadas como troco e perder clientes que são contrários ao PT.


As notas de dinheiro carimbadas com a mensagem “Lula Livre” e o rosto do ex-presidente petista começaram a circular durante os atos do Dia do Trabalho, na última terça-feira (1).

De acordo com informações da Gazeta do Povo:

A recusa é permitida para notas deterioradas com qualquer tipo de desenho ou inscrição e algumas lojas e restaurantes da região da sede da Polícia Federal (PF), no Santa Cândida, onde se concentram os manifestantes que pedem a liberdade do petista, estão se valendo desse direito.

Crime punível com detenção de até três anos, deteriorar cédulas de dinheiro é uma ação proibida pelo Banco Central (BC). Mesmo assim, o dinheiro não é perdido, já que é possível trocá-lo em agências bancárias, que enviam as cédulas rasuradas ao BC para serem substituidas. Apesar de saberem disso, alguns proprietários de estabelecimentos do entorno do acampamento pró-Lula não aceitam as notas.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...