Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Comissão da Câmara aprova repúdio a presidente eleito da Argentina

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Comissão da Câmara aprova repúdio a presidente eleito da Argentina

Fernández foi alvo da moção de repúdio por causa do “ativismo político em questões internas do Brasil”.

A Comissão de Relações Exteriores da Câmara aprovou, nesta quarta-feira (6), uma moção de repúdio a Alberto Fernández, presidente eleito da Argentina, por defender a liberdade do condenado Lula da Silva (PT). 

O colegiado é presidido pelo deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que compartilhou nas redes sociais a justificativa do pedido contra o mandatário argentino.

“Por desrespeito às decisões das instituições judiciais do Estado brasileiro, por quebra de decoro internacional que preza pelas boas relações diplomáticas, pelo ativismo político em questões internas do Brasil e pelo desagravo a uma parcela expressiva da população brasileira”, postou Eduardo, copiando trecho do requerimento em que o deputado Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PSL-SP) apresentou na comissão.

No dia do pleito na Argentina, Fernández parabenizou Lula pelo aniversário e chamou a prisão do petista de “injusta”. O argentino também publicou uma foto fazendo uma letra L com a mão, em referência ao movimento “Lula Livre”. 

A moção de repúdio foi a única proposta votada nesta quarta na comissão presidida por Eduardo. Por cerca de duas horas, a oposição tentou derrubar o requerimento, sem sucesso, informa o jornal Estadão.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email