Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Comissão das Nações Unidas expulsa da Guatemala

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Comissão das Nações Unidas expulsa da Guatemala
COMPARTILHE

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, disse que a Comissão de Luta contra a Corrupção da ONU na Guatemala (Cicig) continuará trabalhando até o fim de seu mandato em setembro, apesar da decisão unilateral do governo para dar fim ao órgão.

A comissão das Nações Unidas teve seu fim anunciado nesta segunda-feira (7) pela chanceler guatemalteca, Sandra Jovel, após um encontro com António Guterres.

A Comissão Internacional contra a Impunidade na Guatemala (CICIG) acusa o presidente guatemalteco, Jimmy Morales, de financiar ilegalmente sua campanha para as eleições que venceu em 2015.

O mecanismo independente, que investiga a corrupção em altas esferas do governo da Guatemala, foi criado por um acordo comum entre o país centro-americano e a ONU em 2007.

Morales, que chegou ao poder prometendo combater a corrupção e prometendo estender o mandato da Cicig até 2021, tem sido hostil à Comissão desde o início do seu mandato em 2016, quando a entidade e os promotores acusaram um de seus filhos e um de seus irmãos de fraude fiscal.

Os dois estão em prisão domiciliar e aguardam julgamento, informa “O Globo“.

- PUBLICIDADE -
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram