Português   English   Español
Português   English   Español

Como a Itália passou da direita para a esquerda em poucos dias

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Como a Itália passou da direita para a esquerda em poucos dias

Na última semana, a Itália saiu oficialmente da lista de países governados pela direita.

Em questão de dias e sem realizar novas eleições, a Itália passou a ser administrada por uma coalizão de esquerda, mas com o mesmo líder, o primeiro-ministro Giuseppe Conte.

Tal movimentação política pode deixar algumas pessoas confusas. Como isso foi possível?

Em primeiro lugar, porque a Itália é uma república parlamentarista, onde a maioria governista se cria no Parlamento após as eleições.

Quando a coalizão entre o Movimento 5 Estrelas (M5S) e a Liga chegou ao fim, o presidente Sergio Mattarella iniciou uma rodada de consultas com os líderes partidários no Parlamento para verificar a possibilidade de um governo alternativo para evitar a convocação de eleições antecipadas.

Foi aí que surgiu a aliança de dois rivais com um inimigo em comum: o Movimento 5 Estrelas e o Partido Democrata (PD), alinhado à esquerda. O inimigo? Matteo Salvini, líder do partido direitista Liga.

Beppe Grillo, o comediante que fundou o partido M5S, diz que o movimento não é direita nem esquerda. No entanto, em 2009, ele tentou concorrer, sem sucesso, às primárias que escolheriam o secretário-geral do Partido Democrata.

O M5S tem mais coisas em comum com o PD do que apenas o objetivo de manter Salvini longe do poder. Suas ideologias combinam mais do que na antiga aliança com o partido direitista.

As ideias da esquerda estão amplamente presentes no novo plano de governo da coalizão 5 Estrelas-Partido Democrata.

Segundo o jornal Gazeta do Povo, eles começam prometendo uma política econômica mais expansiva a partir de 2020, com políticas de assistência social, sem aumento de imposto, mais investimentos em educação e desburocratização – mas “sem comprometer o equilíbrio das finanças públicas”.

Compartilhe_

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários_

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias_

Newsletter

Inscreva seu email na RENOVA para receber atualizações diárias com as últimas notícias do Brasil e do mundo.

Nome:

Email: