Português   English   Español

Comparsa de operador do MDB preso na Itália pela Lava Jato

Comparsa de operador do MDB preso na Itália pela Lava Jato
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

A pedido da força-tarefa Lava Jato, a Interpol cumpriu nesta semana o mandado de prisão preventiva contra o advogado luso-brasileiro Leonardo José Muniz de Almeida. Ele foi localizado na Itália.


As investigações dos últimos anos chegaram a conclusão de que Leonardo José Muniz de Almeida foi o principal responsável pela lavagem do produto dos crimes praticados por Raul Schmidt Felippe contra a Petrobras.

Schmidt é apontado como suposto operador do MDB e foi sócio do ex-diretor da área Internacional da Petrobrás, Jorge Luiz Zelada.

Segundo o Estadão, a força-tarefa da Lava Jato afirmou:

“Isso ocorreu por intermédio da criação do The Lake Trust na Nova Zelândia, para a subsequente aquisição de imóveis em Lisboa em proveito de Schmidt, mas registrados formalmente em nome de empresas vinculadas ao trust neozelandês, sempre utilizando os valores das comissões ilícitas obtidas em contratos com a estatal.”

Segundo os procuradores, as “apurações se iniciaram a partir de cooperação jurídica internacional com Portugal e de comunicação espontânea das autoridades da Nova Zelândia“.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on reddit
Share on linkedin
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...