Congresso cortou verba para o Censo 2021, diz Guedes

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

“Não fomos nós que cortamos o Censo", diz Guedes.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou, nesta quarta-feira (28), que o corte da verba para o Censo 2021 foi decidido pelo Congresso Nacional.

Guedes disse que os parlamentares tomaram a decisão para evitar que os recenseadores transmitissem o novo coronavírus:

“Não fomos nós que cortamos o Censo. Quando houve o corte no Congresso, a explicação que nos foi dada é de que o isolamento social impediria que as pessoas fossem de casa em casa transmitir o vírus. Porque é físico, os pesquisadores vão de casa em casa. Então, me pareceu que essa é uma explicação. Vou me informar a respeito.”

Guedes fez o comentário poucas horas depois de o ministro Marco Aurélio Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), conceder liminar determinando a realização do Censo 2021.

Marco Aurélio disse que a Constituição determina a realização do recenseamento:

“Defiro a liminar, para determinar a adoção de medidas voltadas à realização do Censo, observados os parâmetros preconizados pelo IBGE [Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística], no âmbito da própria discricionariedade técnica.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.