Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Congresso rejeita maioria dos vetos de Bolsonaro à Lei de Abuso de Autoridade

Tarciso Morais

Tarciso Morais

Congresso rejeita maioria dos vetos de Bolsonaro à Lei de Abuso de Autoridade
COMPARTILHE

Na noite desta terça-feira (24), o Congresso derrubou 18 vetos de Bolsonaro à Lei de Abuso de Autoridade.

O Congresso Nacional rejeitou, nesta terça-feira (24), a maior parte dos vetos do presidente da República, Jair Bolsonaro, ao projeto de lei que traz as regras para os crimes do abuso de autoridade.

18 dispositivos (artigos e trechos de artigos) foram derrubados. Outros 15 dispositivos foram mantidos, informa o site G1.

Os vetos mantidos excluem o dispositivo da lei. No caso dos vetos derrubados, os dispositivos seguirão para promulgação por parte do presidente Jair Bolsonaro.

Se o presidente não promulgar em um prazo de 48 horas, a tarefa caberá ao presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP).

O Antagonista listou todos os pontos da Lei de Abuso de Autoridade que foram ressuscitados pelo Congresso ao derrubar os vetos:

  • permissão de ação privada para processar autoridade quando o MP recusar a acusação;
  • punição para o juiz que decretar ou manter alguém na prisão “em manifesta desconformidade com a lei”;
  • punição para o juiz que não substituir a prisão preventiva por medida cautelar diversa ou deixar de conceder a liberdade a alguém quando “manifestamente cabível”;
  • punição para quem constranger o preso a produzir prova contra si mesmo ou contra terceiro;
  • punição para policial que deixa de identificar-se ao prender alguém;
  • punição para policial que deixa de identificar-se ao interrogar alguém;
  • punição para a autoridade que impedir, sem justa causa, a entrevista do preso com advogado;
  • punição para policial, promotor ou juiz que iniciar investigação civil ou administrativa “sem justa causa fundamentada ou contra quem sabe inocente”;
  • punição à autoridade que negar a advogado acesso aos autos da investigação;
  • punição para autoridade que antecipar atribuição de culpa antes do fim das apurações;
  • punição para autoridade que violar prerrogativa de advogado.
- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.