Congresso vai votar pra decidir liberação do memorando

Um comitê do Congresso está pronto para votar nesta segunda-feira (29/01) sobre a publicação de um memorando confidencial que os republicanos dizem comprovar detalhes sobre abusos de vigilância do governo Obama.

Os congressistas que viram o documento sugerem que ele deixa evidente que o dossiê falso anti-Trump desempenhou papel fundamental na aplicação de um mandado de vigilância contra pelo menos um associado do presidente Trump.

Trey Gowdy, um representante republicano da Carolina do Sul, que ajudou a escrever o memorando de quatro páginas, deixou claro que quer a divulgação do documento para o povo norte-americano.

Gowdy deu a entender que o memorando realmente revela que o FBI utilizou, pelo menos em parte, o dossiê falso – pago em parte pelos democratas e pela campanha de Clinton durante a eleição presidencial de 2016 – para entrar com proposta em um tribunal federal para obter permissão para espionar membros do time de Trump.

A votação no Congresso para liberar o memorando deve acontecer ainda nesta segunda-feira. Então, o presidente decidirá se ele tem alguma objeção na publicação do documento.

O comitê, com 13 republicanos e nove membros democratas, deverá votar sim. Trump parece ter interesse em liberar o memorando para que os americanos vejam, mesmo com objeções do Departamento de Justiça.

 

Com informações de: [FoxNews]
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *