Português   English   Español

Conheça Michelle Bolsonaro, a nova primeira-dama do Brasil

Discreta, evangélica e defensora dos direitos das pessoas com surdez, Michelle Bolsonaro será a próxima primeira-dama do Brasil.

Antes com a função de cuidar de ações sociais do governo, as aspirantes a primeira-dama, mesmo sem ter função oficial definida por lei, têm sido personagens importantes nas campanhas dos candidatos à Presidência.

Depois de uma participação discreta na campanha presidencial do marido, Michelle Bolsonaro vem chamando a atenção dos eleitores brasileiros.

Engajada na causa dos deficientes, principalmente com a comunidade surda, motivo pelo qual aprendeu a Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), Michelle fez sucesso entre os internautas desde que começou a aparecer nos programas eleitores da campanha de Jair Bolsonaro, segundo informações do R7.

Michelle conheceu o marido, de 63 anos, na Câmara dos Deputados, em 2007. Vive com ele na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, ao lado de duas filhas, e participou em transmissões ao vivo nas redes sociais ao longo da campanha.

 

Luta pela inclusão dos surdos

Em entrevista a um canal no YouTube voltado para a comunidade surda, Michelle contou como despertou o seu interesse pela causa dos surdos e por aprender a língua de sinais.

De acordo com informações da Gazeta do Povo, ela disse que tem um tio surdo e que esse tio lhe ensinou o alfabeto em libras. Mas que foi ao conhecer um casal de surdos na antiga igreja que frequentava no Rio de Janeiro, a Assembleia de Deus Vitória em Cristo, que descobriu o amor pela língua brasileira de sinais.

“Quero que todas as pessoas aprendam libras para interagir com as pessoas surdas”, disse Michelle, usando a linguagem de sinais, no vídeo postado em 14 de outubro.

Atualmente, Michelle frequenta a Igreja Batista da Atitude, na Barra da Tijuca, zona Oeste do Rio de Janeiro. Lá, se envolve com projetos de educação de surdos e mudos.

 

Função da Primeira-dama

No Brasil, a primeira-dama tem uma função protocolar. Portanto, Michelle Bolsonaro não é obrigada por lei a se envolver em funções públicas.

Mas, tradicionalmente, ocupa posições ligadas a causas sociais.

“Quem quebrou essa tradição foi Marisa Letícia, esposa do ex-presidente Lula, que não ocupou nenhuma função social durante os mandatos do marido”, ainda citando a Gazeta do Povo.

A atual primeira-dama, Marcela Temer, foi nomeada embaixadora voluntária do Programa Criança Feliz, voltado para o desenvolvimento integral da primeira infância.

Deixe seu comentário...

Veja também...

Newsletter Renova!

Preencha o formulário para assinar nossa newsletter.

Nome Email
newsletter