PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Conservadores agredidos na frente da embaixada da Venezuela

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

“Faremos corpo de delito e está tudo gravado. São covardes que atacam juntos de forma coordenada”, disse ativista agredido.

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) denunciou, nesta quarta-feira (13), uma agressão sofrida por dois ativistas conservadores em frente à embaixada da Venezuela em Brasília.

Os ativistas Maurício Costa, do Movimento Brasil Conservador (MBC), e Joaquin Maciel, da Frente Cidadã, estavam registrando com celulares a situação na frente do prédio diplomático quando foram perseguidos e agredidos por uma horda de militantes de esquerda.

Ainda de acordo com o relato de Eduardo Bolsonaro, o ataque foi promovido por apoiadores do Partido dos Trabalhadores (PT).

“Roubaram meu óculos, e minha mochila ficou lá com todo dinheiro, computador, documento, tudo”, disse Maurício Costa no final do vídeo compartilhado por Eduardo no Twitter.

Horas depois, também através da rede social Twitter, Maurício diz que conseguiu recuperar a mochila. “Uma patriota escondeu pra mim, roubaram apenas o óculos”, explicou. 

“O mais importante é que estamos bem! Vamos até o final! Faremos corpo de delito e está tudo gravado, tudo. São covardes que atacam juntos de forma coordenada”, acrescentou.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.