Constelação de satélites de Musk tem congestionado o espaço

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Satélites da empresa de Musk têm causado congestionamento no espaço.

Os principais causadores de congestionamento espacial são os satélites da constelação Starlink, da SpaceX

Hugh Lewis, chefe do Grupo de Pesquisa Astronáutica da Universidade de Southampton, no Reino Unido, destacou que as estimativas apontam que o número de abordagens perigosas entre objetos espaciais continua a crescer.

Os satélites da SpaceX estão envolvidos em cerca de 1,6 mil casos de “quase encontros” entre espaçonaves todas as semanas. 

Esses encontros incluem situações em que duas espaçonaves passam a uma distância de apenas 1 quilômetro uma da outra.

Lewis, que é um dos principais especialistas no assunto, acrescentou:

“Eu olhei os dados que remontam a maio de 2019, quando o Starlink foi lançado pela primeira vez, para entender o peso dessas megaconstelações. Desde então, o número de encontros obtidos pelo banco de dados do Sócrates mais do que dobrou, e agora estamos em uma situação em que o Starlink é responsável por metade de todos os encontros.”

Em comparação à Starlink, o concorrente OneWeb, que atualmente tem mais de 250 satélites em órbita, está envolvido em apenas 80 passagens próximas a satélites de outras operadoras todas as semanas.

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.