Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Consulta popular confirma que maioria do povo da Hungria rejeita plano migratório de George Soros

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Porta-voz do governo da Hungria comemorou o sucesso da consulta e disse que a rejeição do país contra o “plano de Soros” ficou evidente.

Dias atrás, você viu que milhões de húngaros participaram de consulta popular sobre a imposição da agenda migratória da União Europeia – projeto que recebe forte influência de George Soros.

Mais de 2,2 milhões de húngaros participaram da consulta. Até o momento, quase 1,5 milhão de questionários já foram analisados e apresentam um resultado que não deixa nenhuma dúvida.

Quase todos os participantes rejeitaram as seguintes proposições:

  • 1 milhão de imigrantes deveriam ser instalados na Europa todos os anos
  • Desarticulação da cerca na fronteira sul da Hungria
  • Redistribuição de imigrantes entre os membros da União Europeia com base no sistema de cotas

O porta-voz do governo húngaro, Bence Tuzson, também informou que a maioria rejeitou a ideia de que a linguagem e a cultura da Hungria deveriam ser alteradas, assim como a regra de que os países que rejeitem o “plano de Soros” deveriam pagar multas.

Governo da Hungria declarou guerra contra o George Soros e vem sofrendo perseguição da União Europeia desde que decidiu bater de frente com o filantropo predileto da grande mídia.

O premiê Viktor Orbán acusou Soros de tentar enfraquecer as nações e destruir a cultura cristã. Nos próximos meses, ele tentará a reeleição e está fazendo sua campanha utilizando o magnata como antagonista.

 

Com informações de: (1)

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email