Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Convidado por Maia, Felipe Neto já foi condenado por ‘desinformação’

Convidado por Maia, Felipe Neto já foi condenado por ‘desinformação’
COMPARTILHE

“Entendo que o requerido agiu com abuso de direito ao ultrapassar o amplo direito de expressão”, diz juíza na decisão.

O youtuber Felipe Neto foi condenado, em junho, por compartilhar uma notícia falsa contra o recém-indicado presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Marcelo Augusto Xavier da Silva.

No último mês de junho, a juíza Giselle Rocha Raposo, do 3º Juizado Especial Cível de Brasília, condenou Neto a indenizar o chefe da Funai em R$ 8 mil.

Na ocasião, em mensagens no Twitter, Felipe Neto fez as seguintes acusações contra Silva:

“Bolsonaro anunciou o novo presidente da FUNAI (Fundação Nacional do Índio) O sujeito já ajudou invasores de terras indígenas, foi reprovado em prova da PF por problemas psicológicos e AGREDIU O PAI IDOSO COM UM MURRO NA CARA.

Jair Bolsonaro odeia os indígenas e nunca escondeu isso, mas colocar um sujeito com problemas mentais e que JÁ AJUDOU INVASORES DE TERRAS INDÍGENAS pra ser presidente da FUNAI vai além de todos os limites da perversidade humana. O cara é podre por dentro.”

Em sua decisão, segundo a revista Oeste, a magistrada fez questão de sinalizar o perigo em se disseminar as chamadas fake news:

“Há que se observar o grande poder da ‘desinformação’ que mensagens descontextualizadas podem trazer ao público que deposita, sem questionamentos e averiguações, suas crenças e convicções numa figura influenciadora.”

Por fim, a juíza reforçou que Felipe Neto foi além de opinar:

“No caso, entendo que o requerido agiu com abuso de direito ao ultrapassar o amplo direito de expressão e lançar ponderações desnecessárias e descontextualizadas.”

Recentemente, Neto aceitou o convite de Rodrigo Maia (DEM-RJ), presidente da Câmara dos Deputados, para participar de uma reunião na próxima semana sobre o Projeto de Lei das Fake News, mais conhecido como “PL da Censura”.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários