Coordenador da campanha de Bolsonaro busca alianças com mais partidos

O pré-candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, trabalha para garantir uma aliança formal com vários partidos -e não só com o PR- já no primeiro turno.

A afirmação é de um dos principais coordenadores da campanha dele, o deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS).

Onyx disse que também articula uma aliança maior a fim de garantir uma governabilidade no Congresso para aprovar projetos de interesse do eventual presidente.

A aposta principal dos interlocutores de Jair Bolsonaro é firmar uma aliança com o PR, partido que pode indicar o senador Magno Malta (ES) para compor a chapa como vice.

Mas o arco de conversas é maior, Onyx destacou:

Nós estamos conversando com mais de um partido e é um processo que agora vai naturalmente afunilar a partir do final da Copa do Mundo, no final de julho.

Segundo o coordenador da campanha, a intenção é costurar uma aliança formal com mais de um partido. Isso garantiria um maior tempo de rádio e TV no momento da campanha eleitoral.

No momento, o PSL terá cerca de 10 segundos de um bloco de propaganda de 12 minutos e 30 segundos.

 

Com informações de BOL
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia