Kim Jong-un cede à pressão e pede diálogo com os Estados Unidos

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Segundo o presidente da Coreia do Sul, a delegação norte-coreana indicou intenção de melhorar os laços. Decisão é passo raro em direção à diplomacia, após ano de ameaças.

Coreia do Norte está disposta a abrir conversas com os Estados Unidos, disse neste domingo (25) o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-In.

O líder sul-coreano disse que se encontrou com a delegação norte-coreana, que está em Pyeongchang para a cerimônia de encerramento dos Jogos de Inverno, e abordou o assunto, afirmando que as negociações devem acontecer “o mais rápido possível“.

Segundo Jae-In, os norte-coreanos indicaram que estão abertos a conversas com os EUA e concordaram que “os relacionamentos entre as Coreias e os EUA devem se desenvolver juntos“.

A delegação do Norte transmitiu o desejo do líder Kim Jong-un de fazer isso“, complementou o comunicado do porta-voz da presidência.

Na sexta-feira passada, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou o maior pacote de sanções já imposto pelos EUA à Coreia do Norte. A decisão parece ter surtido efeito imediato.

Com informações de: [BOL]

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.