Kim Jong-un cede à pressão e pede diálogo com os Estados Unidos

Segundo o presidente da Coreia do Sul, a delegação norte-coreana indicou intenção de melhorar os laços. Decisão é passo raro em direção à diplomacia, após ano de ameaças.

Coreia do Norte está disposta a abrir conversas com os Estados Unidos, disse neste domingo (25) o presidente da Coreia do Sul, Moon Jae-In.

O líder sul-coreano disse que se encontrou com a delegação norte-coreana, que está em Pyeongchang para a cerimônia de encerramento dos Jogos de Inverno, e abordou o assunto, afirmando que as negociações devem acontecer “o mais rápido possível“.

Segundo Jae-In, os norte-coreanos indicaram que estão abertos a conversas com os EUA e concordaram que “os relacionamentos entre as Coreias e os EUA devem se desenvolver juntos“.

A delegação do Norte transmitiu o desejo do líder Kim Jong-un de fazer isso“, complementou o comunicado do porta-voz da presidência.

Na sexta-feira passada, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou o maior pacote de sanções já imposto pelos EUA à Coreia do Norte. A decisão parece ter surtido efeito imediato.

Com informações de: [BOL]
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *