Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Coronavírus: China estuda proibir comércio de animais selvagens

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Coronavirus China estuda proibir comercio de animais selvagens
Imagem: Barcroft Media/Getty Images

O comércio de animais selvagens estaria na origem da epidemia do novo coronavírus.

Em meio à epidemia de coronavírus que assola o país, a China estuda uma proposta para banir o comércio de animais selvagens. 

Especialistas acreditam que a nova variante do vírus tenha sido transmitida ao ser humano através de animais selvagens vendidos em um mercado de frutos do mar em Wuhan, cidade na província de Hubei considerada o epicentro da epidemia.

De acordo com uma nota oficial divulgada nesta segunda-feira (17), pelo Partido Comunista da China (PCC), a medida será discutida em breve.

O regime estuda uma proposta que prevê o “banimento do comércio ilegal de animais selvagens e a eliminação dos maus hábitos de comer animais selvagens, como forma de proteger a saúde e a segurança das pessoas”, informa o portal Terra.

A epidemia já contaminou mais de 71 mil pessoas e matou mais de 1,7 mil, a maior parte na China continental. As outras vítimas foram registradas em Hong Kong, Taiwan, Japão, Filipinas e França

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email