Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Coronavírus matou seis profissionais da saúde na China

Hospitais em Wuhan rejeitam pacientes com sintomas de coronavírus
Imagem: Reprodução/Twitter
COMPARTILHE

Muitos médicos chineses estão tratando tratam os pacientes infectados por coronavírus de forma inadequada.

O número total de mortos na China pela epidemia do novo coronavírus se aproxima, nesta sexta-feira (14), de 1,4 mil. Já a quantidade de infectados chegou a 63.851, de acordo com dados oficiais.

Enquanto alerta os hospitais sobre os riscos, o regime comunista em Pequim confirma a morte de seis profissionais da área da saúde e a contaminação de outros 1,7 mil

O anúncio foi feito hoje pelo regime, que segue alertando para os riscos nos hospitais chineses, informa a agência France-Presse.

As autoridades chinesas tentam distribuir equipamentos de proteção nos hospitais da cidade de Wuhan, onde médicos e enfermeiras estão sobrecarregados pelo número cada vez maior de pacientes.

Muitos médicos estão tratando tratam os pacientes sem máscaras de proteção adequadas ou utilizando diversas vezes o mesmo material, que deveria ser trocado com regularidade, como noticiou a RENOVA.

Os riscos enfrentados pelos profissionais da saúde chineses ficaram evidentes em 7 de fevereiro, quando o oftalmologista Li Wenliang, que alertou as autoridades sobre a epidemia em dezembro, faleceu vítima da doença em Wuhan.

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários