Coronavírus provoca redução drástica da poluição na China

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

A China é o país onde se originou a epidemia de coronavírus, que já atinge mais de 60 nações.

Imagens de satélite disponibilizadas pela Agência Espacial dos Estados Unidos (Nasa) mostraram um declínio dramático nos níveis de poluição na China

A desaceleração econômica causada pela epidemia de coronavírus, que causou isolamento de cidades, proibição de transportes e fechamento de fábricas, pode ser a principal responsável pela redução da poluição.

Satélites de monitoramento de poluição detectaram reduções significativas no índice de dióxido de nitrogênio (NO2) sobre o território chinês.

De acordo com cientistas da Nasa, a redução foi observada primeiro na cidade chinesa de Wuhan, epicentro do surto de coronavírus, mas eventualmente ficou aparente em outras partes do país.

De acordo com a emissora DW, Fei Liu, pesquisadora de qualidade do ar da Nasa, declarou:

“Esta é a primeira vez que eu vejo uma queda tão dramática sobre uma área tão ampla devido a um evento específico.”

Liu acrescentou:

“Neste ano, a taxa de redução é mais significativa do que nos anos anteriores e tem durado mais. Não estou surpresa, porque muitas cidades em todo o país tomaram medidas para minimizar a propagação do vírus.”

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.