Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
- PUBLICIDADE -

Coronavírus reduz barreiras da carne do Brasil, diz ministra

Tarciso Morais

Tarciso Morais

EUA estudam liberação de exportação de carne do Brasil
COMPARTILHE

Brasil tem sido procurado por outros países que buscam proteínas animal e produtos agrícolas e estão preocupados com um possível desabastecimento.

A pandemia do novo coronavírus aumentou a preocupação de alguns países com a segurança alimentar da população.

Apesar de todas as mazelas, esta crise vem contribuindo para acelerar processos de ampliação ou abertura de mercados ao Brasil, principalmente na área de carnes.

Segundo a agência Reuters, a ministra da Agricultura do Brasil, Tereza Cristina, declarou:

“Diante do atual cenário, algumas medidas sanitárias, que muitas vezes tornam os processos mais demorados ou eram usadas até como barreiras comerciais, estão sendo deixadas para trás.”

O Egito, por exemplo, habilitou 42 unidades de carnes do Brasil em março, sendo 27 de frango e 15 da proteína bovina, informou o ministério nesta quinta-feira.

Ainda na área de proteína animal, a Indonésia acertou com governo Jair Bolsonaro uma cota extra de importação de 20 mil toneladas de carne bovina.

O Kuwait também abriu seu mercado para a carne bovina brasileira, um país que importa poucos volumes, mas de carne com valor agregado.

- PUBLICIDADE -
Error: Embedded data could not be displayed.
TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email
VEJA TAMBÉM
Error: Embedded data could not be displayed.