Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Corpo de cacique será desenterrado para PF investigar causas da morte

Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia
Corpo de cacique será desenterrado para PF investigar causas da morte

“O corpo será trazido para a capital e esse exame, em torno de duas horas, é finalizado. Após isso, o corpo vai ser devolvido o mais breve possível”, afirmou o MPF.

O procurador Rodolfo Lopes, do Ministério Público Federal (MPF), declarou, nesta quarta-feira (31), que o corpo do cacique Emyra Waiãpi, de 62 anos, encontrado morto no dia 23 de julho, em aldeia indígena no Amapá, será exumado.

Uma equipe do Grupo Tático Aéreo vai de helicóptero para a aldeia para realizar o deslocamento do corpo. A ideia é que se faça um exame no corpo para identificar as causas da morte do cacique, informa o jornal Estadão.

Lopes acrescentou que um helicóptero do Grupo Tático Aéreo (GTA) será enviado para a aldeia, para fazer o deslocamento:

“Na sexta-feira (2), vai ser deslocado o GTA até Serra do Navio, de onde haverá deslocamento por terra [até a aldeia]. O corpo será trazido para a capital e esse exame, em torno de duas horas, é finalizado. Após isso, o corpo vai ser devolvido o mais breve possível. A partir disso a gente vai ter um laudo para saber a causa da morte e entender melhor os fatos.”

O povo Waiãpi afirma que a morte do líder indígena Emyra aconteceu durante uma invasão de garimpeiros na região.

A Polícia Federal (PF) foi até a área e declarou que as primeiras buscas não identificaram nenhum indício do que foi denunciado.

Compartilhe

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no telegram
Compartilhar no reddit
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no email

Comentários

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Outras Notícias