Corregedoria apura omissão de Flávio em escritura de mansão

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Corregedoria vai apurar omissão de dados de Flávio Bolsonaro em escritura de casa de R$ 6 milhões.

A Corregedoria do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) vai analisar a omissão de dados do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) e de sua mulher, a dentista Fernanda Antunes Bolsonaro, na escritura pública de uma casa de R$ 6 milhões, em Brasília

De acordo com informações do jornal Estadão, o cartório do 4.º Ofício de Notas de Brazlândia teria escondido as informações. 

O argumento do tabelião Allan Guerra Nunes, titular do cartório e também presidente da Associação de Notários e Registradores do Distrito Federal (Anoreg-DF), é que deve haver sigilo sobre dados bancários e fiscais.

Em conversa com o jornal, nesta segunda-feira (8), a entidade destacou:

“A Corregedoria da Justiça do TJDFT informa que conhecimento do fato, via meios de comunicação, e irá analisar o caso a fim de adotar como medidas, porventura, cabíveis.”

Para comprar o imóvel, o filho do presidente da República, Jair Bolsonaro, financiou R$ 3,1 milhões no Banco de Brasília (BRB) , com parcelas mensais de R$ 18,7 mil

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.