Correios limitam entregas de alguns produtos eletrônicos pelo Sedex

Idiomas:

Português   English   Español
Correios limitam entregas de alguns produtos eletrônicos pelo Sedex
Tarciso Morais
Tarciso Morais
Fundador e editor-chefe da RENOVA Mídia.

Receber e enviar encomendas de produtos eletrônicos pelos Correios vai ficar mais complicado.


A estatal decidiu impor limites ao tráfego de baterias e pilhas de lítio ou íons de lítio, mesmo que estejam dentro de dispositivos como smartphones e notebooks, informa o “Olhar Digital“.

A medida começa a valer a partir de 31 de janeiro.

A restrição vale para encomendas do Sedex 10 e Sedex 12 entre cidades ou estados diferentes. O envio local, quando a origem e o destino estão na mesma cidade ou região, será mantido.

Além disso, a proibição também vale em encomendas para estados diferentes no Sedex “padrão”, e em alguns trechos de quatro estados:

  • Amazonas (de Manaus para Carauari, Eurinepé, Envira, Tabatinga, São Paulo de Olivença ou Tefé);
  • Pará (de Belém para Santarém);
  • Pernambuco (de Recife para Fernando de Noronha);
  • Acre (de Rio Branco para Porto Walter, Marechal Thaumaturgo, Jordão ou Santa Rosa do Purus).

Qual a razão da restrição?

Segundo os Correios, a decisão segue uma ordem de 2018 da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) para o transporte de objetos perigosos em aeronaves civis. O órgão, por sua vez, diz que a resolução segue ordem da Organização de Aviação Civil Internacional (OACI) e existe desde 2016.

Os Correios também dizem que os funcionários das agências não poderão abrir as encomendas para conferir se há ou não baterias no pacote.

No momento da postagem, se for informado a presença de eletrônicos com baterias dentro do pacote, o funcionário então deverá avaliar se o destino da encomenda passa por um dos trechos proibidos. Se passar, a encomenda será recusada na mesma hora e só será aceita quando estiver de acordo com a nova regra.

Vale lembrar que as entregas pelo PAC – o serviço tradicional dos Correios, com prazos maiores – não são afetadas pela nova restrição.

Curta e compartilhe...

Share on whatsapp
Share on telegram
Share on pinterest
Share on linkedin
Share on reddit
Share on vk

Deixe seu comentário...

A RENOVA Mídia não se responsabiliza pelo conteúdo, opiniões e comentários dos visitantes do site. NÃO publique ofensas, discordar não é ofender. Caso encontre algum material com ofensas, denuncie. Lembre-se que ao comentar em nosso portal você concorda com estes Termos de Uso.

Veja também...