PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Corte da Itália abre caminho para prática de suicídio assistido

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

A polêmica decisão da Corte foi duramente criticada pela Associação de Médicos Católicos Italiano (Amci).

Em parecer favorável determinado nesta quarta-feira (25), a Corte Constitucional da Itália abriu caminho para a prática de suicídio assistido no país.

De acordo com a entidade, não é passível de punição quem facilita a execução do “propósito de suicídio de um paciente afetado por uma patologia irreversível, fonte de sofrimentos físicos e psicológicos e o qual é plenamente capaz de tomar decisões livres e conscientes sobre a adoção do suicídio”.

Com o parecer, segundo a agência ANSA, a Corte abre um precedente para que as pessoas que dão auxílio a pacientes que buscam o suicídio não sejam punidas pela lei italiana, que prevê até 12 anos de prisão para tal infração.

O ex-ministro do Interior e líder do partido direitista Liga, Matteo Salvini, se posicionou contra o parecer.

“Sou e permaneço contrário ao suicídio de Estado imposto pela lei. Devemos falar com os médicos, com as famílias, mas a vida é sagrada e nunca deixarei de acreditar neste princípio”, ressaltou Salvini.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Encontrou um erro?

Para comunicar um erro de português, de informação ou técnico, preencha o formulário abaixo.