Corte de ministérios deve economizar R$ 85,6 milhões com aluguel


Corte de ministérios deve economizar R$ 85,6 milhões com aluguel