Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch
Português   English   Español   Italiano   Français   Deutsch

Cova de 2,5 mil anos guarda restos mortais de guerreiras

Cova de 2,5 mil anos guarda restos mortais de guerreiras
Imagem: Reprodução/Galileu
COMPARTILHE

“Todos os rituais de enterro que geralmente eram realizados para homens foram feitos para elas”, disse arqueólogo russo.

Arqueólogos encontraram os restos mortais de guerreiras de 2,5 mil anos em uma cova localizada na região de Voronej, sudoeste da Rússia

As ossadas pertenciam a quatro mulheres que faziam parte de um grupo nômade chamado citas, segundo uma declaração publicada pelas autoridades russas.

Essa foi a primeira vez que a equipe de arqueólogos que trabalha naquela área encontraram mulheres de diferentes gerações enterradas juntas.

As guerreiras tinham idades variadas. Enquanto a mais velha tinha entre 45 e 50 anos e as do meio por volta dos 20 anos, a mais nova tinha apenas entre 12 e 13 anos, informa a revista Galileu.

Imagem: Reprodução/Института археологии РАН (рук. В.И. Гуляев) проводила

Em um comunicado, Valerii Guliaev, líder da pesquisa, declarou: 

“As amazonas eram um fenômeno comum entre os citas, e somente nossa expedição descobriu cerca de 11 enterros de jovens mulheres armadas durante a última década.”

E acrescentou:

“Leitos separados foram feitos para elas e todos os rituais de enterro que geralmente eram realizados para homens foram feitos para elas. Mas essa é a primeira vez que encontramos enterros com quatro amazonas de idades tão diferentes.”

PUBLICIDADE

TÓPICOS
COMPARTILHE
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram

Comentários_

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião da RenovaMídia.

Ao comentar você concorda com nossos termos de uso e política de privacidade.

Assinar
Notificar quando
guest
0 Comentários
Feedbacks em linha
Ver todos os comentários