PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Covid-19 pode ter surgido na China em outubro de 2019

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email

Partido Comunista Chinês segue tentando encobrir as origens da Covid-19.

PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Um novo estudo publicado, nesta sexta-feira (25), mostra que o vírus que causa a Covid-19 pode ter começado a se espalhar na China já em outubro de 2019.

No entanto, o primeiro caso oficial da doença só veio a ser identificado na cidade chinesa de Wuhan dois meses depois.

A informação foi divulgada por pesquisadores da Universidade de Kent, no Reino Unido, que estimam que o novo coronavírus apareceu pela primeira vez entre o início de outubro e meados de novembro de 2019.

Um artigo foi publicado no jornal científico PLOS Pathogens com mais detalhes sobre a pesquisa.

Enquanto isso, o pesquisador Jesse Bloom, do Fred Hutchinson Cancer Research Center, em Seattle, nos Estados Unidos, recuperou dados de sequenciamento genômico dos primeiros casos de Covid-19 na China que haviam sido deletados de uma base de dados.

Os dados mostraram que as amostras retiradas do mercado em Wuhan eram uma variante de uma sequência progenitora que circulava anteriormente, que se espalhou para outras partes do território chinês.

O Instituto Nacional de Saúde dos EUA confirmou à agência Reuters que as amostras usadas no estudo foram submetidas a um experimento em março de 2020 e, posteriormente, excluídas a pedido de pesquisadores chineses.

Pequim disse que as amostras seriam atualizadas e enviadas a outra base de dados.

As informações são mais uma evidência de que o Partido Comunista Chinês (PCCh) segue tentando encobrir as origens da Covid-19.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

TÓPICOS

COMPARTILHE

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no telegram
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no reddit
Compartilhar no email
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!
PUBLICIDADE. ANUNCIE AQUI!

Newsletter

Receba as principais notícias do dia, assine nossa newsletter gratuita.